Workchopp II - Qualidade de Código

  • 0
É isso aí, não satisfeitos de combinar Empresa, Sabado e Cerveja uma vez, decidimos repetir a dose.
Tudo bem que o workchopp foi dia 15/10 e estou atrasado, mas a experiência vale ainda.

Nesse segundo workchopp queríamos juntar a galera de desenvolvimento em prol da qualidade do nosso trabalho. Foram escolhidas então atividades que pudessem trabalhar a nossa visão em cima daquilo que fazemos.

Atividade 1:

A primeira atividade foi o gildedrose em Java. Dividimos os participantes em duplas e fizemos três rodadas da seguinte maneira:

     Primeira Rodada


           Cada dupla teve 5 minutos para ler e estudar o código. Depois cada dupla teve 10 minutos para trabalhar na melhoria da qualidade do código. Ao final nos reunimos e fizemos uma retrô rápida de 10 minutos. Todos acharam 10 minutos muito pouco e nada foi alcançado em cima dos códigos.

     Segunda Rodada


           Pilotos viraram copilotos de outras equipes. Novamente tivemos 5 minutos para discutir, seguidos de 10 minutos de codificação. Ao final, outra retrô de 10 minutos. Desta vez o pessoal botou a mão no código, investindo mais em "extract methods". Uma passada numa bateria de testes mostrou que muitos inseriram erros no código e as melhorias da qualidade (usando PMD) não foram significativas..

     Terceira Rodada


           Trocam os pilotos novamente. Novamente 5 minutos de preparo seguidos de 10 minutos de codificação. Desta vez, as duplas receberam a bateria de testes completa, antes da rodada. Ao final 10 minutos de retrô. Apesar de singelos os comentários, foi notório ao rodar a bateria que a qualidade do que foi modificado aumentou.

Atividade 2:


Nossa segunda atividade foi um Dojo/Handori. Começamos a codificar uma Calculadora de fórmulas em Strings. Foi um pouco corrido (só tinhamos 40 minutos) mas foi possível mostrar um pouco da prática do Dojo e deixar todos codificarem.

Conclusão


Foi um sábado muito bem aproveitado. Foi muito corrido e faltou tempo pra explorar um pouco mais ambas as atividades. Porém, na restrospectiva foi possível notar que o pessoal estava bem engajado nas discussões de evoluir a qualidade dos trabalhos.

Que venham outros workchopps.

Nenhum comentário: