Pular para o conteúdo principal

Você tem o direito de errar

É incrível como somos treinados desde cedo a observar nossos erros como algo extremamente ruim. O mundo a nossa volta nos incita a nos envergonharmos desles. Na escola, aprendemos a nos distanciar dos colegas repetentes e de média baixa. O garoto que não conseguem jogar futebol acaba por abandonar a educação física. Com o tempo, descobrimos que o melhor a fazê-los é esconder, fingir que não estão lá ou até mentir.
Infelizmente, tais caminhos nos tiram das possibilidades que nosso erros nos proporcionam. Afinal, se errar é humano, negar tais erros deve nos privar de um experiência humana mais rica.

A criatividade em prol de nosso ego.


É no mundo corporativo que a nossa aversão a errar fica mais clara. É comum em entrevistas de emprego, ou em discussões de trabalho, não se encontrar referências aos erros do proponente. Por outro lado, os erros dos demais são sempre mais claros e expostos. Na minha crença pessoal, vejo que nós nos defendemos de nossos erros com medo que eles nos exponham como pessoas frágeis. E é isso que nos leva a discussões cíclicas e centradas no ataque ou até mesmo na omissão perante assuntos importantes.

As vezes não funciona.

Mas esconder nossas falhas não resolve nada. Muito pelo contrário, adiamos a inevitável explosão das conseqüências. Mas não tem problema, afinal, podemos esconder nossos erros de nós mesmos, ou até mesmo projetá-los nos outros. Quem sabe isso possa limpar nossas consciências?

As vezes escolhemos assistir o mesmo filme novamente.

Porém isto não vai evitar de cairmos nos mesmos problemas outra vez. E este ciclo se repete, com novo figurino, cenários e atores. Mas ainda vale a esperança de que o final será diferente?

Na minha opinião a grande questão está em como enxergamos nossos erros. Se insistirmos em vê-los como falhas em nós mesmos, continuaremos a escondê-los ou repassá-los a outras pessoas. Mas a visão mais inteligente nesta questão seria buscar o aprendizado que eles nos trazem.

É preciso errar bastante pra aprender certas coisas.

O melhor exemplo que eu tenho está em como aprendemos a trabalhar na vida corporativa. Na Intacto, eu sou um dos responsáveis pelo treinamento dos novatos. Por muito tempo eu tratei a acolhida destes com um período pesado onde eu tentava adiantar a eles os aprendizados que eu já havia obtido, tentando livrá-los de vivenciar algumas pedras do caminho. Porém (assim como disse o UncleBob), impedi-los que cometer tais erros na verdade apenas os impedia de aprender aquelas lições.

Ao mudar minha estratégia, para permitir que as pessoas cometessem tais erros eu obtive resultados incríveis. Em primeiro lugar, errando e entendendo os fatores envolvidos na prática traz uma compreensão mais intrínseca do que aconteceu, o que leva a um aprendizado mais duradouro. E o melhor de tudo, se permitir ao erro te leva a compreender toda uma gama de experimentação que fazem parte do dia a dia (já dito por Seth Godim).

Temos um grande horizonte a frente.

É se permitindo errar e aprender destes erros que chegamos a novas possibilidade de sucesso. Se erramos e nos negamos a aceitação e lições destas falhas é impossível de superamos estas e prosseguir em busca de novos rumos. Por isso, experimente errar e tente achar nos seus erros aquilo em que você pode melhorar. Superando este problema, você estará um degrau acima o que lhe possibilitará ver novas paisagens.

Do alto vemos longe.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Suporte para Celular

É engraçado de se pensar que, em 3,5 anos de blog, o post mais acessado do site é o sobre o Suporte para Notebook. Sozinho ele tem quase 3 vezes mais acesso que o segundo colocado. Até hoje eu não sei dizer o por que deste efeito. Apesar disto me orgulho bastante daquele post, afinal além de ter superado minha falta de coordenação motora, ainda cheguei num resultado satisfatório. Já se passaram 2 anos e ambos os suportes se mostram em perfeito estado até hoje.

Pois bem, mas por que ressuscitar este assunto? Na Intacto temos um amigo oculto um pouco diferente, onde cada um tem que fazer seu presente, usando o máximo a sua criatividade. Como eu tirei o Fernando Aguiar, um cara fã de software livre (isso temos em comum). Por isso decidi tentar uma evolução do projeto inicial do Suporte de Notebook (que é aberto e disponível a todos) que elaborei junto ao Marcelo Bassani. Nesta segunda versão usei o Papel Pluma, que apesar de seu valor bem acima que o Paraná (usado anteriormente) resultou…

Aceleração de Startups - Parte 4 - Como melhor aproveitar uma aceleração?

Hoje eu fecho essa série de posts sobre aceleração. Já contei sobre o que é uma aceleradora de estágio semente, onde ela se encaixa no ecossistema e como ela pode te ajudar. Se depois disso tudo, você tenha decidido seguir esse caminho, faltou uma coisa: o que você deve fazer para tirar o maior proveito desse momento. E é isso que vou tentar fazer hoje.

Antes de Aplicar Entenda o momento da empresa Antes de aplicar para um programa, reflita bem sobre o momento. O propósito de um programa de aceleração té auxiliar a empresa a "saltar" para seu próximo estágio. Para fazer isso, é importante entender bem onde se está agora. Isso vai te auxiliar a mirar onde se deseja estar no futuro. Ter noção desses marcos é de grande valia para estabelecer pontos de referência em medir a evolução ao longo do caminho. É imensa a probabilidade que as coisas irão mudar, mas ter esses lugares para se olhar e comparar pode ajudar a direcionar o navio em momentos bons e ruins.

Existem também algun…

Aceleração de Startups - Parte 1 - O que é uma aceleradora?

Costumo dizer que eu já participei de mais programas de aceleração que o aconselhado. Contando com 2018, completei a marca de 5 dessas experiências e acho que já passou da hora de colocar em texto um pouquinho do que vivenciei.

Se você não sabe o que é uma aceleradora de startups, vale muito ler este texto do Tony. Aqui vou focar nos critérios do GAN (Global Accelerator Network) do que é um programa de aceleração.

Termos favoráveis aos Empreendedores Programa de Curto Prazo Orientado a Mentoria Pequenos grupos de trabalho* Oferece espaço físico* Time forte de gestão
Termos favoráveis aos Empreendedores Uma aceleradora tem por propósito ajudar que as startups consigam ganhar corpo em um tempo extremamente reduzido. Daí o termo acelerar. É um extremo contrasenso que ela canibalize as quotas da empresa em um estágio tão crucial. Favorecer os empreendedores é chave não apenas para fomentar que estes corram com o máximo de energia nessa etapa, mas também que tenham fôlego nas etapas futuras para…