Diga não aos Chefes

  • 0
O Texto a seguir foi enviado por mim a lista interna na empresa recentemente.
Achei válido compartilhá-lo, pois sempre fui averso a visão feudal do chefe roteador de emails e planilhas.

Vamos começar analisando o conceito clássico de "chefe". Tipicamente o chefe é o cara engravatado que passa o dia em um escritório atrás de uma bela mesa, ele tem uma secretária (as vezes nem tão bela) e ele opera em 2 sentidos. No 1º sentido, o chefe recebe diretrizes de cima, e repassa estas as pessoas abaixo. No 2º sentido, o chefe cutuca as pessoas abaixo dele, elabora algumas planilhas e envia estas acima.
Tudo bem, é uma visão simplista e bem antiquada, mas muito "chefe" (chame de supervisor, gerente, etc) opera bem próximo disto, muitos não fazem muito mais do que receber objetivos, delegar tarefas, rotear emails e elaborar planilhas. No fim, só mais uma peça em uma grande engrenagem. Para muitos isso parece funcionar bem, trabalhar 8x5, receber suas tarefas, digitar-digitar-digitar e entregar ao fim da semana é o bastante.
Mas esse modelo não serve na Intacto, aqui receber ordens e obedecer as cegas não basta. Todos devemos trabalhar como um time, onde decisões e ações são compartilhadas e discutidas, onde todos conhecem os objetivos (e não apenas as tarefas) e trabalham em conjunto em busca destes objetivos. E nesse nosso time, nossos objetivos são traçados pelos nossos clientes/usuários.
Bem, é neste cenário que a figura do chefe não cabe, mas cabe um papel que (não) pode ser confundida com ele, é a do treinador (procurem por coach na literatura). Como somos um time, quem está no papel do treinador no momento é quem forma a equipe, cada um com as características necessárias para chegar aos objetivos da partida. É o treinador que elabora a estratégia de jogo e discute ela com a equipe pare que estes entendam antes da partida. Ele mantém o foco em uma visão global enquanto todos estão jogando e indica aonde mudar e melhorar.
E cada um tem seu papel, igualmente importante. Tomar decisões em equipe, se ajudarem, se comunicarem, afinal o jogo é cooperativo e só assim todos podem ganhar juntos.
Desta forma, cada um na equipe interage uns com os outros e com o treinador, para melhorar as estratégias, antes, durante e depois do jogo. Afinal uma equipe vence junta ou perde junta, e é apenas com essa colaboração e espírito de equipe que o time pode alcançar seus objetivos.
Bem, depois desta discussão, faço-lhes um pergunta típica minha: "Quem é seu chefe?"

Nenhum comentário: