Pular para o conteúdo principal

Uma pergunta para melhorar seu legado

Já falei aqui no blog, em outras ocasiões, acerca do meu trabalho em sistemas legados. Pois agora, após de acumular mais algumas experiências, discussões e refinamentos creio que cheguei em uma forma mais sucinta [mas não definitiva] de explicar a lógica que sigo. Tal raciocínio me levou a levantar esta questão no Agile Trends e Agile Brazil deste ano.


Na apresentação cobri diversos exemplos e consequências que derivam do raciocínio. Mas em todos eles existe uma idéia central guiando o processo. Uma pergunta, que ajuda a sumarizar como penso. É sobre ela que quero falar hoje.

Qual o menor passo sustentável que eu consigo executar agora.

Esta pergunta poder ser decomposta em quatro partes.

O menor passso

Sempre somos tentados a pensar na melhor solução. Nossa educação nos treinou a sempre buscar a resposta certa para as perguntas que nos são apresentadas. Porém nem toda pergunta nasce igual. Sendo assim, um mesmo problema [em software] pode ter soluções distintas, de acordo com seu contexto. Dar um passo menor consiste em não apenas quebrar o problema (e solução) em partes mais digestíveis. Mas entender que cada uma delas fornece pequenas dicas de que estamos indo na direção correta. Quanto menor, mais rápido conseguimos verificar e ajustar o curso.

Sustentável

Idealmente uma decisão sustentável seria aquela que não te causa problemas no futuro. Essa é uma tarefa difícil de se alcançar. Isso porque, toda linha de código que se constrói, enquanto resolve um problema, abre portas para uma infinidade de outros. Por isso, prefiro reconstruir a definição de sustentável como as decisões que você se sente confortável com as conseqüências no futuro. Isso implica em se pensar nos desdobramentos e estar ciente da dívida técnica (e negocial) que nossas decisões de software geram.

Eu consigo executar

Ter consciência de nossas limitações é importante. Por muitas vezes não temos o conhecimento ou domínio para executar nosso melhor plano. Entender essa limitação e decidir como ela influencia o caminho a ser seguido. Qual o custo de se adiquirir essa capacidade em relação as necessidades do projeto?

Agora

Por fim, é importante ter em mente durante a tomada de decisão, não somente o que queremos pro sistema no futuro. É rpeciso balancear suas necessidades baseando-se também no agora. Nada adianta decidirmos a melhor solução [sustentável] se a mesma só estará disponível depois de uma capacitação de seis meses, quando a necessidade do negócio é para o mês seguinte. Temos que balancear nossas decisões e planos com o que nos é apresentado no presente e construir o caminho a partir daí.




Como exemplos de extratégias de como melhorar seu legado indico os artigos do Marting Fowler sobre Sacrificial ArchitectureStrangler Application .

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Suporte para NoteBook

Hoje em dia usar laptop é um hábito de muitos. Eu mesmo uso laptop diariamente desde 2005 e não tenho pretensões de usar um PC como ferramenta principal de trabalho tão cedo. A mobilidade a praticidade e principalmente a privacidade que o laptop te traz, foram fatores determinantes nesta minha escolha.
Porém como já me foi alertado pela nan, o laptop tem sérios problemas ergonômicos. Temos que escolher entre ter a melhor postura para digitar ou a melhor postura para visualizar a tela, nunca ambos ao mesmo tempo. Fora isto, o teclado da maioria dos notebooks não é adequado para longas horas de digitação. Sobre o touchpad, nem se fala. Por isso já fazem mais de 6 meses que eu utilizo um suporte de notebook com um mouse e teclado usb quando estou na Intacto. Isso melhorou bastante a minha postura e tenho sentido bons resultados com a experiência.
Hoje utilizo o Notepal S, mas ele tem a desvantagem de "esconder" os controle frontais do laptop, por isso, quem estiver interessado …

Suporte para Celular

É engraçado de se pensar que, em 3,5 anos de blog, o post mais acessado do site é o sobre o Suporte para Notebook. Sozinho ele tem quase 3 vezes mais acesso que o segundo colocado. Até hoje eu não sei dizer o por que deste efeito. Apesar disto me orgulho bastante daquele post, afinal além de ter superado minha falta de coordenação motora, ainda cheguei num resultado satisfatório. Já se passaram 2 anos e ambos os suportes se mostram em perfeito estado até hoje.

Pois bem, mas por que ressuscitar este assunto? Na Intacto temos um amigo oculto um pouco diferente, onde cada um tem que fazer seu presente, usando o máximo a sua criatividade. Como eu tirei o Fernando Aguiar, um cara fã de software livre (isso temos em comum). Por isso decidi tentar uma evolução do projeto inicial do Suporte de Notebook (que é aberto e disponível a todos) que elaborei junto ao Marcelo Bassani. Nesta segunda versão usei o Papel Pluma, que apesar de seu valor bem acima que o Paraná (usado anteriormente) resultou…

De Híbrido a 100% remoto - o caso da bxblue

A bx nasceu como uma empresa remota. Durante os primeiros 18 meses, os três fundadores --  eu, Guga e Roberto -- trabalhamos de nossas casas. Passado esse período inicial de maturação da idéia, nosso time começou a crescer, e acabamos optando por seguir um modelo híbrido. Nele tecnologia e marketing permaneceram remotos porém nosso time de atendimento e vendas ficou atrelado ao nosso escritório. Mas, como em muitas outras empresa, isso mudou nas últimas três semanas. Depois de tantos anos, nos tornamos uma empresa 100% remota. O O grande incentivo veio da situação que vivemos no mundo atualmente. Tendo o isolamento social como uma medida necessária a todos que tem o privilégio de poder fazê-lo, era nossa responsabilidade fazer tal mudança. Pois minha intenção aqui é contar um pouco tem sido essas 3 semanas que marcam o começo de um período que a ainda tem muito pela frente.
Porque Híbrido?Antes, deixe-me explicar por que escolhemos o caminho de ser uma empresa híbrida, tendo nascido re…