Pular para o conteúdo principal

I'm a doctor

Minha defesa de doutorado foi dia 15 de Dezembro do ano passado. Estava eu esperando para editar o vídeo e tudo mais, mas acho que depois de três meses fica claro que é melhor colocar esse conteúdo no mundo antes que ele vire um fóssil.



Ainda fico devendo uma reflexão sobre essa minha experiência, assim como eu fiz com o meu mestrado (e dado o quanto mudou desde o início desta jornada). Mas por hora deixo aqui o básico a quem interessar possa.




Fica faltando a publicação da tese, mas assim que o tiver atualizo o post.

Por fim, deixo na íntegra o agradecimento publicado junto a minha tese.

A tarefa de expressar a minha gratidão de forma completa a quem devo é tão difícil quanto provar que P=NP. Apesar deste trabalho possuir apenas um autor em sua definição, ele agrega a contribuição de uma vasta gama de contribuintes que vão muito além das citações e este humilde agradecimento. Soma-se ainda a este desafio o fato deste trabalho coroar o fim de uma trajetória iniciada ainda em 2002, com o início da minha vida acadêmica. É com todas estas dificuldades em mente que me arrisco na tarefa de agradecer, sem a pretensão de fazê-lo de forma completa.

Primeiramente coloco a minha gratidão a Deus. Verdadeiramente ubíquo e esteve sempre ao meu lado me guiando na montanha russa que tem sido o caminho até aqui.

Minha gratidão a Pah, quase co-autora responsável pela difícil tarefa de revisar meus textos. Sempre compreensiva e dedicada, me alimentando e suportando por todo esse tempo. Tamanha foi sua paciência que no inicio da jornada era apenas uma amiga e hoje é minha esposa e companheira pelo resto da vida. Agradeço ainda aos meus pais e irmãos que me deram suporte, sofreram juntos e me apoiaram, apesar das minhas recusas de explicar o que eu fazia afinal.

Agradeço à todos que fizeram parte do UnBiquitous, grupo que fundei e foi base deste trabalho. Primeiro aos meus orientadores Carla e Ricardo que em 2007 apostaram em um aluno desconhecido e por fim me carregaram pelos degraus da carreira acadêmica. A eles não só agradecimento, como também respeito e amizade. Não posso esquecer do Alê Gomes, pivô que me colocou nessa estrada ubíqua. Não fosse seu entusiasmo, minhas trilhas acadêmica e profissionais teriam sido bem diferentes. Além destes, tantos outros que contribuiram com a pesquisa e que me vem em memória : Estevão Passarinho, Marcelo Bassani, Ana Ozaki, Luciano Santos, Matheus Pimenta além de muitos outros. Destaque especial ao professor Tiago Barros, rebelde acadêmico e contribuinte por trazer uma visão prática e bela a minha pesquisa.

Não tem como esquecer meus sócios da Intacto e Qual Canal, que por mais que tenham sofrido com a minha escolha, no fim a suportaram. Em especial o Carlos Botelho, companheiro de Trabalho de Graduação e motivador para o meu início no programa. 

Agradeço ainda a UnB e o Departamento de Ciência da Computação. Após mais de uma década é impossível não ter um carinho especial pela instituição apesar de todos os seus problemas e discordâncias. Com destaque aos professores que marcaram meu caminho como Maria Emília, João Gondim e Alba Melo.

Por fim agradeço a CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) e CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) pelo suporte financeiro fornecido ao longo desta pesquisa.

A quem quer que eu tenha esquecido que não fique ressentido, saiba que o espaço aqui é pouco mas a gratidão é ilimitada.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

WorkChopp Intacto

Olá pessoal! Sou o @andersonfer_ e tô invadindo o blog do Fabricio pra contar sobre um evento muito legal que organizamos na @IntactoSoftware . Como eu ainda não tenho blog (shame on me), pedi permissão pra falar por aqui! Espero que gostem! Depois do #agileBR , todos nós voltamos naquela vontade de distribuir o conhecimento adquirido lá entre toda galera. Então tivemos a ideia de organizar um workshop baseado em uma dinâmica que eu assisti, apresentada pelo Emilio Gutter e pela Alejandra Alfonso . Eu sempre fui muito favorável às dinâmicas, jogos e afins pq acho que têm um poder muito grande de quebrar as resistências das pessoas e fazê-las enxergar os benefícios das metodologias e técnicas ágeis para além dos contextos e projetos em que estão inseridas e consequentemente tentar aplicar esses conceitos no seu dia-a-dia. Optamos por relizar a dinâmica Construindo A Cidade Ágil. Os 2 grupos tinham à disposição papeis coloridos, tesoura e cola pra construir, em 4 sprints de 3 min

Formando pessoas desenvolvedoras na bxblue

Eu sempre fui apaixonado por ensinar. Trabalho com a formação e ensino desde 2003, indo desde o ensino das bases de computação até lecionar em cursos de pós-graduação. Estar no dia-a-dia com pessoas que estão no começo da carreira é um mix de satisfação e desafio. Satisfação por você ter a oportunidade de contribuir com um pedacinho tão especial da história daquela que será uma pessoa desenvolvedora no futuro. Desafiadora pelo fato de precisarmos nos despir de aprendizados já superados em nossas mentes e nos esforçamos por enxergar novamente pelos olhos de quem ainda não tem a mesma vivência que você. Por onde passei, eu sempre acreditei que um bom equilíbrio entre profissionais experientes e em formação é a melhor combinação para um time de tecnologia. Isso é benéfico não apenas para a retenção, como também é estímulo para uma cultura de aprendizado e humildade. Cultura essa que favorece o compartilhamento e interação não apenas entre quem faz o software, mas também as demais áreas da

Aceleração de Startups - Parte 2 - Como é o ecossistema ?

Continuando a série sobre aceleradoras, onde na primeira parte  eu falei sobre o que é uma. Hoje vou contar um pouco de como é o ecossistema que a rodeia. Vale ressaltar que o tipo de aceleradora descrita seria melhor definida como sendo uma aceleradora de estágio semente ( seed stage accelerator ) e desempenha um papel bem específico nos "degraus" da escalada empreendedora. Uma das formas visuais mais interessantes de desenhar este caminho é a feita pela Techstars para explicar ela participa nos mais diversos estágios do ecossistema. Jornada empreendedora de acordo com a Techstars. Usando esse desenho como base, vou tentar delinear como alguns elementos se encaixam nesse ecossistema. Vale ressaltar que essa não é uma relação exaustiva, novos tipos de intervenções são criadas a todo momento, antigas caem em desuso mostrando sua constante evolução e adpatação. Aprendizado No nível de aprendizado, o foco está em fomentar o empreendedorismo e a ensinar o básico de al